BlogEntretenimentoFamíliaLife StyleMaternidadeMembrosTurismoViagens

Campos do Jordão é um destino para crianças?

Uma característica marcante do Nucon é ter membros bem diferentes. O grupo conta com uma variedade de perfis, estilos de vida e trabalhos. E tanta peculiaridade só pode trazer histórias enriquecedoras.

A convite do Convention & Visitors Bureau de Campos do Jordão, nosso grupo viajou rumo à cidade que encanta pela beleza europeia, pelos ares frios e românticos e pela primorosa gastronomia. Mas, então, será que Campos do Jordão é um destino para famílias com crianças?

A Lia Castro, do Grupo M.Ã.E, e a Raquel Gozetto, da Maratona Materna, levaram as crianças e agora contam tudo sobre essa experiência.

Lia Castro

“Antes, quando éramos dois, arrumávamos as malas um dia antes, costumávamos viajar por 30 dias com uma mochila nas costas. Mas, com a chegada de um filho, essa rotina mudou. Quando resolvemos ampliar a trupe, ter mais uma companhia de viagem, fomos premiados com gêmeos. Agora somos 5, Lia, Renan, Eva, Tomé e Lis.

Quando o Nucon recebeu o convite do Convention & Visitors Bureau de Campos do Jordão para abrirmos mais uma temporada de inverno, não pensei duas vezes e aceitei. Afinal, é nosso destino de inverno mais próximo e delicioso. Acho que ao longo da minha vida, estive em Campos do Jordão pelo menos umas 20 vezes.

Mas dessa vez seria diferente, eu ia com dois bebês de apenas 3 meses de idade. E lá estava fazendo 4 graus durante a noite.

Como nos organizar para não sermos pegos desprevenidos?

A primeira grande mudança foi a arrumação das malas! O porta-malas ficou realmente lotado. Levamos muita roupa para os três, afinal criança suja três vezes mais roupa que adulto. Foram 5 dias e nossas malas pareciam ser para 5 semanas.

Fraldas, roupas, carrinhos, cobertas, protetores de carrinho, trocadores… e tudo multiplicado por 3.

Muita gente me perguntou se eu não fiquei apreensiva de levá-los tão pequenos para um destino frio. Acontece que apesar de Campos do Jordão ter temperaturas baixas, a cidade fica numa serra, totalmente arborizada e úmida. Essa umidade é que não deixa os bebês ficarem doentes, se bem agasalhados. Aqui usamos umidificadores e inalação. Na cidade cravada na Serra da Mantiqueira, isso acontece naturalmente. Quer coisa mais incrível?

Claro que algumas peculiaridades acontecem, como ter que parar mais vezes ao longo do caminho porque um dos bebês (ou os dois) fez cocô e sujou toda a roupa, parar para amamentar ou apenas esticar as pernas, levar um piquenique no carro e muitos brinquedos para distrair.

E para tudo isso, é necessário um marido parceiro e leve, que veja graça nas situações de aperto e goste mesmo de viajar, pois como ele sempre diz “é maravilhoso, mas tem que haver disposição”. E isso não falta por aqui… Começávamos a nos preparar para sair muito antes do resto do grupo. Se o encontro com os demais estava marcado para as 9h, por volta de 6h nossa família já estava acordada nos preparativos.

Mas nessa desordem maravilhosa que é a vida, aproveitamos todos os passeios! Eva, Tomé e Lis curtiram muito, riram, observaram e absorveram todos os estímulos visuais que Campos do Jordão proporciona de forma ímpar.

E se eu puder dar mais algumas dicas: escolha destinos que te agradem, principalmente. O destino não precisa ser voltado para o público infantil, pois criança gosta de experiência nova, gosta de estímulos visuais, gosta de diversão simples em família, dormir em hotel, café da manhã com bagunça em família, com toda a movimentação que uma viagem proporciona, da hora de arrumar as malas até a hora da volta, felizes e realizados.

Os bebês não estranharam nada, afinal lar é onde a família está!

Já a Eva, com 3 anos já era uma viajante mirim. Ela curtiu demais e quando voltou para casa, começou a perguntar para onde iríamos viajar da próxima vez, em que hotel ficaríamos e que passeios faríamos. Contou para todos que andou de bugue com o papai, que comeu numa panelinha com fogo embaixo, que comeu muita melancia no café da manhã, que viu neve (mesmo que de mentirinha), que conheceu o lugar onde fazem chocolates, entre outras mil coisas que ficarão pra sempre guardadinhos na memória dela. E isso não tem dinheiro no mundo que pague: as experiências!

Raquel Gozetto

“Quando pensamos em viajar com os filhos, acabamos muitas vezes caindo no óbvio! Por uma questão de praticidade ou, pelo menos, pensando nela num primeiro momento.

Escolhemos um resort, com a monitoria garantida, ou uns dias na praia!

Ao pensar na viagem a Campos do Jordão, confesso que não imaginei que seria um passeio ‘fácil’ para levar o João

Pedro, na época com 8 meses. Mas fui surpreendida de uma forma muito positiva.

Eu imaginava ser um destino para casais e quem adora uma baladinha, mas fiquei impressionada com a quantidade de opções e passeios para famílias, com filhos de todas as idades.

Passeio por um museu a céu aberto com paisagens maravilhosas, como o da Felícia Leirnier, ou então uma voltinha pela cidade de Maria Fumaça, são exemplos de passatempos mais tranquilos. O que não me impediu de ter momentos de aventura, praticando arborismo no alto das Araucárias, seguindo uma trilha por suas copas lindas e pra lá de radicais, enquanto o João brincava na parte kids do Bosque do Silêncio.

Ainda conhecemos o Tarundu, um parque maravilhoso, e com atrações para todas as idades. Sim, eu disse TODAS as idades!

Desde o João Pedro com seus 8 meses até os ´um pouco menos jovens´ de 90! Passeio a cavalo ou charrete, tirolesa gigante, pista de patinação, balonismo, camas elásticas, corrida de kart, arborismo, piscina de bolinha, estão entre as incontáveis aventuras que esse parque oferece. Além de um restaurante delicioso, com opções para todos os gostos.

Nosso pequeno estava na introdução alimentar, mas isso nem de longe foi um incômodo. Restaurantes com uma gastronomia deliciosa, e muito solícitos com a fase do João Pedro. Eu pedi porções pequeninas para ele e conseguimos adaptar tudo de forma muito tranquila, tornando nosso passeio muito agradável e tranquilo.

Com certeza, Campos do Jordão é uma cidade que eu voltarei sempre e indico para todos que tem filhos. É aquela cidade que faz a família toda sentir-se feliz e bem recebida”.

Leia também:

Aventura em Campos do Jordão

Dicas para fotos maravilhosas em Campos do Jordão

Truques certeiros para montar seu look de inverno

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.