CriatividadeLife StyleNegócios

O Guia do Darth Vader para Bio Hacking.

Pela primeira vez que ouvi falar de Hack, não estava necessariamente relacionado com coisas boas. A relação era direta com pessoas que entravam em computadores sem autorização e podiam trazer algum problema, já os crackers estão relacionados diretamente com algum problema.

Ao verificar os conceitos no Wikipedia, pude constatar que:

“Hack (do verbo Inglês “to hack“, que significa “cortar”) é um termo que refere-se à reconfiguração ou reprogramação de um sistema de função de forma que não autorizada pelo proprietário, administrador ou designer. O termo pode se referir a uma correção ou melhoria rápida e inteligente de um problema de programa de computador.

Os termos “hack” e “hacking” são também usados para se referir a uma modificação de um programa ou dispositivo para dar, ao usuário, o acesso a recursos não disponíveis anteriormente, como adaptações de acessibilidade. É a partir desse uso que o termo é erroneamente usado no lugar de “cracking” para se referir à prática criminosa dos Crackers, como roubo de identidade, fraude de cartão de crédito ou outras ações classificadas como crime de computador.”

Após esse conceito, quando ouvi falar de BioHacking pela primeira vez no podcast do Gabriel Goffi, me gerou uma curiosidade e fui conferir o que significava esse novo conceito.

Abaixo disponibilizo outro Podcast do Gabriel Goffi falando de BioHacking:

HARDWORK EQUILIBRADO, SONO POLIFÁSICO E ATALHO HIGH STAKES #GOFFIHACKS 15

Agora que você já ouviu os exemplos de biohacking podemos continuar…

                                                                                                     Mens sana in corpore sano

Biohacking é praticamente ser mentorado pelo mestre Yoda?

Não necessariamente, pois existem diversas formas de você se aprimorar e melhorar os seus próprios resultados. O mestre ensina o caminho, entretanto é sempre o discípulo que precisa estar preparado para realizar as tarefas, trilhar o caminho até atingir os objetivos desejados.

Mesmo não trilhando o caminho específico para se tornar literalmente um Jedi, com o Bio Hack existem diferentes formas de maximizar e otimizar a sua “Biologia” para acessar recursos antes não disponíveis.

Afinal, agora que você sabe a diferença. Qual o seu comportamento em relação ao seu desempenho, esta agindo como um Cracker, um hacker buscando melhorias ou já conseguiu implementar estilos e metodologias para potencializar o seu desempenho pessoal e profissional?

 

Ouça aqui outros podcasts sobre BioHacking.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.