NegóciosTecnologia

O Conteúdo é “Triple A”

Imagem do Site Triple A

O que acontece de relevante no mundo sobre
Economia,
Negócios e
Inovação Disruptiva?

 

Recebi do amigo Daniel Rosenthal um e-mail com o lançamento de uma nova assinatura mensal. Quando abri a mensagem achei interessante e gerou curiosidade, mas logo pensei que seria mais um de muitos outros serviços já existentes na internet para receber informações periódicas. Interessado, com o objetivo de saber o que estava sendo criado, me inscrevi para o Webinar e assim entender com mais detalhes a proposta recebida e poder definir se a mesma iria agregar na minha profissão.

Com o nome Triple A, logo imaginei que estavam se referindo a um termo econômico, ou seja, um papel, uma ação na bolsa de valores de uma empresa com um rating muito bom, que remete ao investidor segurança.

AAA (pronuncia-se “triple A”) ou Triplo-A (em português), um título classificado como AAA, é esperado que seja de alta qualidade, ou que esteja entre os melhores. Triple A esta relacionado a uma empresa que é considerada a mais segura para se investir dinheiro. É um rating, uma nota para distinguir, classificar uma empresa ou produto.

O Acrônimo dos nomes Arthur e Allan e o sobrenome de Ricardo Amorim que são os geradores dos conteúdos, propõe falar a respeito de Economia, Negócios e Inovações Disruptivas. Como será o futuro e como irá nos impactar é uma preocupação para empresas e empreendedores que pretendem se antecipar conforme o que está acontecendo agora para analisar as possibilidades do que virá e assim continuar no mercado, aproveitar uma oportunidade para entrar em um novo segmento ou até mesmo potencializar o faturamento.

Na era da informação, existem “gurus” por todos os lados. Como filtrar o que é relevante e do seu interesse para agregar na sua profissão, na sua vida e não desperdiçar seu tempo?

O segredo de se adaptar ao mercado e continuar vivo, está em conseguir aplicar simples conhecimentos diários de forma prática em um curto espaço de tempo.

É humanamente impossível saber de tudo o que está acontecendo, encontrar o equilíbrio e definir o que é relevante para cada um é o caminho. Se você sabe quais informações precisa, dá valor ao seu tempo e busca melhorar sua eficiência produtiva, é melhor terceirizar o trabalho para quem tem maior potencial e capacitação para desempenhar determinada função.

Qual a finalidade em ter longos relatórios e livros se você não consegue acompanhar as informações na velocidade que são disponibilizadas dentro do serviço pago? Se assim ocorrer, acaba sendo mais do mesmo, aí é só continuar pesquisando na internet sem gastar seu dinheiro, afinal de contas o investimento é para ter um retorno.

Entretanto a proposição do AAA é atualizar o assinante, realizando um filtro dentro da diversidade de informações existentes e condensá-las em um vídeo de 5 minutos, uma resenha de um livro e ainda extrair o melhor de eventos importantes para os assuntos descritos no plano de assinatura.

Na minha opinião, em um futuro muito próximo, esse modelo de assinaturas segmentadas e de rápida interpretação é uma excelente oportunidade, pois você paga para ler assuntos segmentados do seu interesse, sem influências de um mercado que patrocina informações com a intenção de divulgar produtos, serviços, empresas e até interesses políticos, onde muitas vezes as informações são distorcidas e podendo até não serem verdadeiras.

A Proposta dos criadores do Triple A é bem desafiadora ao acreditar que irão dizer como será o futuro e quem estiver junto terá vantagens competitivas. Conhecimento nunca é demais, ainda por cima um conteúdo que agrega valor para o assinante. Boa sorte ao Triple A e que muitas outras assinaturas sejam criadas para um maior aproveitamento e consequente crescimento intelectual e econômico para o nosso país.

Já está acontecendo uma descentralização financeira através dos cartões de crédito, contas digitais e serviços de financiamento através de aplicativos mobile.

Triple A será um dos auxílios existentes para o futuro próximo, será um dos precursores ou apenas mais um reforço na expectativa de um país com mais educação de qualidade? Só depende de nós aproveitarmos as oportunidades existentes, criarmos as não existentes e colocar em prática, transformar, mudar para melhor.

Link para o AAA: https://aaa.academy/

Deixe uma resposta